[Livro da Semana] – Todo dia

Livro: Todo dia
Autor (a): David Levithan
Páginas: 280
Editora: Galera Record  
Sinopse:
Todo dia uma nova vida. Todo dia uma pessoa diferente. Todo dia a paixão pela mesma garota.
Acordo.
  
Imediatamente preciso descobrir quem sou. Não se trata apenas do corpo – de abrir os olhos e ver se a pele é clara ou escura, se meu cabelo é comprido ou curto, se sou gordo ou magro, garoto ou garota, se tenho ou não cicatrizes. O corpo é a coisa mais fácil à qual se ajustar quando se está acostumado a acordar em um corpo novo todas as manhãs. É a vida, o contexto do corpo, que pode ser difícil de entender. 

 “Aprendo. Algumas vezes, me ensinam algo que já me ensinaram em dezenas de outras aulas. Outras vezes, me ensinam algo completamente novo. Tenho que acessar o corpo, acessar a mente e verificar quais informações foram retidas. E, ao fazer isso, eu aprendo. Conhecimento é a única coisa que levo comigo quando vou embora.” pag. 12
Oi gente, hoje vou falar desse livro incrível, que mexeu comigo, sim eu chorei nesse livro (é, eu sou chorona).
  
O livro conta a história de A, um adolescente que se define como andarilho, não pelo fato de não ter onde morar, mais sim pelo fato de estar cada dia em um corpo diferente. Ele não sabe porque isso acontece, a única coisa que ele realmente sabe é que fica no corpo de uma pessoa, por apenas um dia, que não importa se é homem ou mulher, que tem a mesma idade que ele deveria ter, se tivesse um corpo realmente seu.
“A” não tem um sexo definido, ele é exatamente a pessoa que ele “possui”, a única coisa que é realmente seu, são os seus pensamentos, conhecimentos e lembranças, aaaah e uma conta de e-mail. Meio difícil e complicado né, mais a gente se acostuma conforme vai lendo o livro.
“É difícil pra mim. Acostumar-me a ser o que sou, e ao modo como minha vida funciona. Nunca quero ficar. Estou sempre pronto pra partir. Mas não hoje à noite. Hoje à noite sou atormentado pelo fato de que amanhã é ele quem estará aqui, não eu. Quero ficar. Rezo para ficar.Fecho os olhos e desejo ficar.” Pag. 29
Bom já no começo do livro descobrimos o quem “A” realmente é, e que ele está no corpo de Justin um adolescente de 16 anos, que não se cuida direito e que não tem dormido muito, “A” pensa que o dia não será nada bom, mas a coisa muda de figura quando ele conhece a namorada de Justin,Rhiannon.
  
Mesmo sabendo que não é bom interferir na vida das pessoas, “A” não consegue se controla e proporciona a Rhiannon o melhor dia da vida dela, ele cria um laço com ela, mesmo sabendo que isso vai acabar assim que ir dormir, que ele não verá mais a garota, e mesmo que visse ela não saberia que é ele, ela não sabe que Justin está com “possuído” por outro ser.
  
Mesmo sabendo de todos os riscos que ele corre o único pensamento de “A” é acordar no dia seguinte e ir atrás da garota por quem está apaixonado, sim ele se apaixona por Rhiannon e vai atrás dela. De alguma maneira ele tenta fazer com que ela acredite nele e reconheça que mesmo não tendo um corpo dele mesmo, a relação dos dois pode dar certo. 

“É isso que o amor faz: que você queira reescrever o mundo. Que você queira escolher os personagens, construir o cenário, dirigir o roteiro. A pessoa que você ama senta de frente pra você, e você quer fazer tudo que estiver ao alcance para tornar isso possível, infinitamente possível. E quando são apenas vocês dois sós numa sala, você pode fingir que é assim que as coisas são, que é assim que serão.” Pag. 151
Ai gente o que falar desse livro? Ele é lindo, rapidinho de ler, bem escrito, achei os personagens ótimos e o final, aaaaah o final… Surpreendente, foi exatamente o que imaginei que aconteceria ou o que eu faria, foi lindo e podem ter certeza, eu chorei nesse final.

Bom acho que é isso, espero que tenham gostado de mais essa dica e até a próxima.

Comentários no Facebook