MERCHANDISING: A TEORIA COM A PRÁTICA

Já nos questionamos ou ainda vamos questionar, sobre o real papel do merchandising e o que ele representa, sendo na teoria ou na prática.

Em decorrência disso, percebe-se que para estudantes da área e até mesmo profissionais de marketing, existe certa dúvida sobre como empregá-lo e até onde o merchandising atua. Descrevo aqui então uma breve resenha dessa ferramenta:

O significado de merchandising tem na discrição, como o ”ato de fazer negócio”, mas caracteriza-se como um incentivador na hora da compra/venda. Essa ferramenta é principalmente vinculada ao ponto de venda como agente de promoção de vendas e utiliza meios visuais para chamar atenção do cliente com stopers, cartazes e produtos em destaque por exemplo.

Usada principalmente em supermercados, em gôndolas que expõe os produtos a um destaque que é certeiro para a concretização da compra, essa exposição é chamada de Merchandising Visual.

Para Souza (2000), merchandising é a idealização de atividades que se cumprem em estabelecimentos comerciais, especialmente em lojas de varejo, tendo como finalidade expô-los ou apresentá-los de maneira adequada a criar impulsos de compra na mente dos consumidores, tornando mais lucrativos todas as intervenções nos canais de marketing.

Kotler (2002) define merchandising como sendo a atividade que procura seguir todo o ciclo de lançamento de um produto, desde sua acomodação nos PDV’s, até o controle de seu desempenho mercadológico diante dos consumidores.

Mas ainda há muita dúvida quando se trata de onde usá-lo, visto que o advento das grandes marcas à tecnologia em mídias, hoje em dia é cada vez mais crescente. Então nos deparamos com o chamado Merchandising Editorial, que é a exposição de produtos em filmes, seriados ou outros programas de televisão, tática que também pode ser denominada como product placement. Costuma ter um formato sutil, e quase de um modo subliminar, para que o espectador tenha um conhecimento do produto de uma maneira menos agressivo.

Essa ação já não é de hoje, mas dia a dia vem trazendo resultados expressivos as empresas que utilizam desse meio.

Assim, na teoria como na prática, o merchandising pode até trazer confusão na sua definição, mas ele tornou-se indispensável nas ações de marketing para aqueles que buscam direcionar o produto certo para o público certo.

                                                           Facebook | Instagram | Blog
 Mais textos do autor
Share

Bacharel em Administração com especialização em Marketing e Publicidade. Publicitário, Viciado em Café e Apaixonado por Marketing Digital ♥

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *