Será mesmo que trabalhar com publicidade é tão legal assim?

Quando acompanhamos a rotina e a vida publicitária nas redes sociais, páginas, perfis e grupos de publicidade, a ideia que temos sobre a profissão, a primeira instancia é que tudo é a mil maravilhas, basta ter uma ideia brilhante para um slogan ou então um insight para uma ação que o cliente pretende realizar, e em um passe de mágica você é o novo Neymar da publicidade. Acredite, na publicidade nem tudo são flores.

Para ser bem sincero, a profissão de publicitário está longe demais de ser tão fácil assim como parece, é muito mais árduo do que você imagina. E para se dar bem nesta profissão é necessário antes de tudo, ter foco, dedicação e esforço – muito esforço. Só assim você conseguirá colher lindos frutos lá na frente, frutos esses que faram valer a pena investir na profissão.

Mas e aí, ser publicitário é legal?

1. O mercado publicitário (pelo menos aqui na região Sul do Brasil) oferece milhares de oportunidades para diferentes perfis e áreas de atuação, ou seja, se você é criativo, entretanto tímido, ou muito comunicativo, um pouco persuasivo … simplesmente relaxe, tem vaga para todos (ou não)!

Na publicidade você sempre encontrará um espacinho para você, independente do seu perfil como pessoa, é tipo coração de mãe, se você tem algum talento, tem seu espaço garantido.

2. Você detesta rotina e procura por desafios constantes? Perfeito, a publicidade é a profissão ideal para você! Aqui você irá aprender a desenvolver estratégias eficazes para engrandecer marcas e até mesmo alavancar as vendas de produtos/serviços para os seus clientes, independente do seguimento. Monotonia simplesmente não existe nesta profissão, você irá descascar abacaxis todos os dias.

3. A publicidade é inspiradora, pois não existe nada mais incrível que lidar com sentimentos e emoções humanas. Quando trabalhamos com ética e principalmente transparência, buscamos sempre seduzir e convencer os consumidores a desejarem determinado produto e até mesmo mudar a percepção que ele tem sobre o mesmo. Isso não é fascinante?

4. Segundo Paulo Sanna, VP de criação da agência Wunderman um dos pontos fortes da publicidade é que ela transita com extrema naturalidade entre o mundo dos negócios e o mundo das artes, tornando-se dinâmica e emocionante.

5. Ser publicitário é estar em constante aprendizado, pois precisamos entender e conhecer de tudo um pouco, se informar é uma das lições básicas da profissão, e não somente sobre o assunto em si, mas também sobre moda, economia, tendências criativas, nutrição, política, etc. Se informar de diversos assuntos e se reinventar sempre é uma filosofia de vida no mundo publicitário. Assim você conseguirá ter um repertório criativo incrível, podendo assim, criar campanhas matadoras.
6. O publicitário, como toda pessoa de negócio, é obrigado a lidar com uma carga grande de processos burocráticos e políticos dentro da empresa. Como todo artista, ele também enfrenta suas inseguranças todos os dias.
7. Se você não é proativo, ou seja, não busca e não tem vontade de resolver problemas, não tem interesse em estar sempre atualizado, ou então nunca nem se imaginou tendo um projeto pessoal, essa profissão não é para você. A verdade é que o mercado é muito dinâmico e se você não é um profissional proativo, infelizmente a publicidade não foi feita para você.
Ou seja, ser publicitário tem lá seus benefícios, mas não se engane com as redes sociais, nem tudo são flores não meu amigo, assim como qualquer outra profissão nós também passamos por apertos, perdemos clientes, dinheiro, o emprego. Isso é a vida rsrs.

Comentários no Facebook