Universidade em Recife criará graduação em “Digital Influencer”

Provavelmente você já deve ter ouvido falar no termo “digital influencer”, não é mesmo? Mas, até então esse termo só se referenciava apenas a pessoas influentes e realmente famosas na internet  por meio das redes sociais. Mas, você sabia que em breve esse termo poderá ser usado para identificar tecnólogos e profissionais com título de bacharel?

Acredite a UNIBRA de Recife, abriu recentemente o curso de “Digital Influencer” e começará as aulas da primeira turma no início de 2018.

O bacharelado terá 2 anos de duração e de acordo com a faculdade o curso é descrito como uma maneira de preparar aspirantes a influenciadores digitais para administrarem o seu próprio negócio na web. Segundo a instituição, o curso vai “oferecer pensamento estratégico e de mercado para que influenciadoras e influenciadores digitais possam desenvolver seus negócios pessoais, municiando-os com ferramentas de marketing e comunicação digital para conquistarem relevância, audiência e rentabilização”.

Mas, acalme-se pequeno gafanhoto, isso não quer dizer que a UNIBRA vai formar apenas Youtuber e Instagrammer. A faculdade, recém-credenciada pelo MEC, explicou que seus alunos poderão trabalhar com planejamento estratégico e de marketing, comunicação digital, gestão de mídias sociais, produção de vídeo e escrita.

Mas de onde que surgiu essa ideia?

Pode até parecer uma ideia inovadora, mas ela não é inédita. Uma universidade da China possui um curso similar, entretanto com duração de 3 anos e currículo focado na aparência, ou seja: maquiagem, moda, comportamento em passarela etc.

A inspiração em abrir um curso na nova área tem atraído muita atenção e é fácil entender o porquê, o grande sucesso do Youtuber Whindersson Nunes, que hoje possui mais de 22,5 milhões de inscritos em seu canal. Muitos jovens enxergam a “carreira” de influencer como uma boa opção, considerando as possibilidades financeiras que isso pode implicar.

Comentários no Facebook