Ogilvy Brasil apresenta Mulheres Forbes II

Mulheres Forbes II: versões femininas dos principais bilionários

A maioria das pessoas sabe que a desigualdade salarial entre homens e mulheres ainda é uma triste realidade no Brasil e em todo o mundo. O que a maioria não sabe é que as mulheres enfrentam muitos outros desafios no mundo dos negócios.

Principalmente quando o assunto é empreendedorismo. Mulheres empreendedoras têm apenas 7% de chances de receber fundos de investimento, 5% de subsídios dos governos e 14% de empréstimos*. Esse é o tema da nova campanha de mídia impressa da revista Forbes Brasil, que mais uma vez tem criação da Ogilvy Brasil.

Dando continuidade à premiada campanha de 2017, “Mulheres Forbes II” traz novamente as versões femininas de alguns dos principais bilionários da sua lista. As peças partem do raciocínio que se esses bilionários fossem mulheres, suas respectivas empresas não existiriam e elas acabariam sendo usuárias de empresas concorrentes.

Mas isso nada tem a ver com a capacidade das mulheres. E sim com a falta de incentivos às empreendedoras, resultado do sexismo ainda existente no mercado. Para ilustrar o raciocínio, as peças trazem a versão feminina de Jeff Bezos, fundador da Amazon, recebendo uma encomenda do Ebay. A versão de Elon Musk, fundador da Tesla, dirigindo um Toyota Prius. E a versão de Larry Page, fundador do Google, acessando o Yahoo.

“No ano passado, tivemos uma campanha de grande sucesso, muito premiada, e que chamou a atenção de todos para esse grave problema da disparidade salarial entre homens e mulheres. É um tema que continua em evidência e a campanha é uma forma de reforçar que a Forbes se posiciona contra a desigualdade”, diz Antonio Camarotti, CEO da revista.

Confira:

Comentários no Facebook