Hoje:13 September, 2021

Como organizar as finanças: 5 dicas para um planejamento eficaz

Infelizmente, grande parte das pessoas tem dificuldade de lidar com as suas finanças, especialmente, porque não existe durante os anos escolares, os ensinamentos necessários de como lidar com o dinheiro. Porém, através de uma educação financeira adequada, ainda que tardiamente, pode ajudar a você organizar melhor as suas finanças. 

Além disso, depois de compreender que o planejamento financeiro pessoal é uma ferramenta diferenciada para ter na sua vida econômica, será muito mais fácil realizar sonhos que pareciam impossíveis. Outro ponto importante é que através desse cuidado, você conseguirá atingir objetivos e não se preocupar mais com dívidas ou com intercorrências.

Por isso, preparamos esse artigo que vai te ajudar a organizar suas finanças através de cinco dicas super fáceis de serem colocadas em prática, fazendo um planejamento financeiro eficaz. Que tal continuar lendo o texto a seguir?

A importância de um bom planejamento financeiro

Você deve ter em mente que um planejamento financeiro pessoal bem executado permitirá que seja possível atingir metas e objetivos que existam em sua vida em sua vida. Talvez esse seja o maior motivo de fazer um bom planejamento: unir você aos seus sonhos.

Afinal, não existe nada que seja impossível de realizar fazendo um planejamento financeiro. Se você alinhar seu tempo disponível com seus sonhos, você realizará qualquer coisa. 

Veja 5 dicas para um planejamento eficaz

Agora sem perder tempo, vamos as cinco dicas preciosas para fazer um planejamento financeiro totalmente eficaz!

  1. Conheça seu orçamento;
  2. Não gaste desnecessariamente;
  3. Aproveite os benefícios da tecnologia;
  4. Bye-bye dívidas;
  5. Prepare-se para imprevistos.

Tenha clareza do seu orçamento

Quando falamos em ter clareza sobre seu orçamento é conhecer todos seus gastos, além das suas receitas. 

Para conseguir isso é necessário fazer seu planejamento financeiro pessoal. Para fazer isso, você dispõe de várias opções: usar o Excel para fazer uma planilha, buscar um aplicativo que faça esse papel ou deixar tudo anotado em um caderno.

Não há grandes dificuldades: você deve separar todas suas despesas mensais, não importando o valor desses gastos e incluí-las nesse planejamento financeiro. Separe estas por categorias, como alimentação, aluguel, internet e assim por diante. E, claro, acrescente suas receitas: salário e algum outro dinheiro que você tenha ganhado no mês.

Com o planejamento financeiro em mãos, pronto: você tem a sua disposição um guia de como lidar diante de qualquer despesa a mais, o que pode ser cortado e assim por diante.

Cuidado com gastos desnecessários

Esse tópico é auto explicativo: evite gastar com coisas supérfluas. Antes de agir por impulso, reflita se você realmente precisa daquela calça jeans nova ou trocar de celular. 

Lembre-se sempre das suas metas e objetivos estipulados no começo da sua educação financeira e seja fiel a todos eles. Tenha certeza que eles serão seu guia no caminhar do seu planejamento pessoal.

Use a tecnologia a seu favor

Como já citado anteriormente, existem programas e aplicativos que cumprem a função de te ajudar a organizar suas finanças, fazendo seu planejamento financeiro. O legal é destacar que muitos deles são gratuitos e extremamente fáceis de mexer. Aproveite esse benefício tão único da tecnologia a seu favor!  

E hoje a tecnologia pode te ajudar em diversos momentos da sua vida financeira. Desde pesquisa de preços para comprar um item necessário, como até mesmo simuladores de empréstimo online para encontrar melhores taxas no caso de necessidades.

Diga adeus às dívidas

Livre-se de todas suas dívidas. E como fazer isso? Basta seguir o seguinte passo a passo abaixo:

  1. Liste todas suas dívidas ou pendências;
  2. Tenha certeza que seu nome está sujo no SERASA;
  3. Reduza o que puder suas despesas;
  4. Faça uma análise se existe alguma maneira de aumentar sua receita (ganhar um dinheiro extra);
  5. Acrescente em seu planejamento financeiro essas dívidas, com abertura para quitá-las;
  6. Tenha uma data limite para pagamento com renegociação das suas dívidas;
  7. Que tal trocar uma dívida cara por uma mais barata?  A nossa sugestão é fazer uma avaliação sobre um empréstimo com juros mais baixos;
  8. Agora, só falta amortizar o saldo devedor das suas dívidas!

Esteja preparado para imprevistos

Estar preparado para imprevistos é, em um primeiro momento, pensar em poupar quando você tem uma reserva financeira já que fica muito mais fácil lidar com possíveis imprevistos. 

Para fazer isso, basta você separar uma parte do seu salário ou guardar o que sobra na conta corrente no final de cada mês.

Essa reserva só deve ser usada em uma situação de emergência, como um problema de saúde ou uma dívida totalmente inesperada. Não se esqueça que o sacrifício que você está fazendo para guardar dinheiro fará diferença no seu planejamento financeiro pessoal.

Pense na sua saúde financeira… e mental!

Você entendeu a importância da sua educação financeira para que você tenha um futuro sem preocupações desnecessárias? Além de ser ótimo para suas finanças a longo prazo, sua saúde mental te agradecerá!

Então, conta para gente qual das cinco dicas você já começou a colocar em prática? Deixe nos comentários abaixo para sabermos mais!

 

Sobre JB

Há mais de 5 anos no mercado, o Juros Baixos é uma fintech que atua oferecendo soluções financeiras através de um marketplace de crédito e plataforma de bem-estar financeiro.

Se quer ter acesso a mais conteúdos sobre educação financeira, não deixe de conferir o blog Juros Baixos e nosso canal no Youtube.

Share

Bacharel em Administração com especialização em Marketing e Publicidade. Publicitário, Viciado em Café e Apaixonado por Marketing Digital ♥

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *