Brinquedos Órfãos

A exposição “Brinquedos Órfãos” foi idealizada pelo redator da OpusMúltipla e promovida pelo IPTRAN (Instituto Paz no Trânsito, fundado pela deputada federal Chistiane Yared), retrata o drama passado por famílias que perderam seus filhos em acidentes de trânsito, principalmente por imprudências, ficará exposto até Sete de junho no Museu Metropolitano de Arte (MUMA) Curitiba.

A proposta é chamar a atenção e conscientizar as pessoas sobre a responsabilidade no trânsito, expondo brinquedos que agora já não tem mais donos, junto ao nome da criança e possível assistir um documentário em vídeo com a história contada pelos pais.




“Sabemos que o trânsito faz vítimas inocentes e que o causador do acidente quase sempre sai ileso. Dentro desse contexto, vejo que não existem vítimas mais inocentes do que as crianças”, explica Pinheiro. Aos 21 anos, o jovem publicitário diz que não foi fácil visitar as mães e colher os depoimentos. “Chegar para uma mãe e pedir emprestado um brinquedo de uma criança, do filho que faleceu, e ouvir a sua história é bem triste. Mas eu queria fazer isso, queria trazer essas histórias para as pessoas e segui até o final”




É uma ação muito impactante e que esperamos que receba o prestígio da sociedade. Queremos que pais, crianças, jovens e idosos passem pelo MUMA e vejam como uma vida pode ser perdida e outras tantas mudadas de maneira brusca por um ato impensado, muitas vezes irresponsável. Temos certeza que este será um trabalho de grande impacto e grande contribuição“, conclui a coordenadora geral do IPTRAN, Klelia Giardello Kern.
Crédito das fotos: Janaina Rizziolli

Comentários no Facebook